Comerciais errados

Hoje, assistindo à TV, fui surpreendido (negativamente) por dois comerciais com erros primários em seus textos.

Deveria ser um tema para um blog de redação? Acredito que não, pois os erros são mais profundos. Atingem o conceito criativo do filme e, como diretores de arte, devemos nos atentar para essas situações.

O primeiro foi no comercial do desodorante da Gillette X-DRY com o Luciano Huck. Confira.

“Como se tivesse acabado de colocar uma camisa nova”. Hein? O Luciano Huck passa o filme todo tirando camisas, e não colocando. A última camisa em que ele aparece é a que está há mais tempo em seu corpo. Teoricamente é a mais suja, e age totalmente contra o texto. Liberdade criativa? Não desta vez. Talvez se o filme fosse rodado todo de trás para frente… fica a dica P&G.

O segundo erro é ainda mais grave, e aparece no comercial do ketchup Hellmann’s.

“Quantos 10 tomates tem no ketchup Hellmann’s?”. Não, não estou nem falando da falta do acento na conjugação do verbo “ter”, na 3ª pessoa do plural. Estou falando do grave erro na resposta: “10”. 10 x 10 = 100. São 100 tomates? Não, são 10. Então a resposta certa seria 1. Troque a pergunta por “quantas dezenas de tomates têm no ketchup Hellmann’s” para confirmar o erro.

Aliás, aproveitando que estamos falando da Hellmann’s, acho que seria bom citar também outro comercial que achei bastante perigoso. Trata-se do novo filme de sua maionese, em que ela é comparada deliberadamente com o azeite de oliva.

O vídeo foi apagado do YouTube.

O comercial conclui seu argumento levando em conta a quantidade calórica de um alimento. Ele não considera a quantidade de conservantes, aromatizantes, sódio, antioxidantes e valores nutricionais. Coincidência, ou mentiras contadas utilizando-se apenas de verdades? Penso no impacto que isso pode representar na vida de uma pessoa que resolve substituir o azeite de oliva pela maionese.

Ah, mas veja bem. As letras pequenas não mentem: “Essa comparação refere-se exclusivamente a calorias, não considerando benefícios cardiovasculares”.

O que está acontecendo com nossos publicitários?


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
KNOW US BETTER