d

The Point Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error.

Follow Point

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.
  /  Design   /  Dove: Pense Antes de Agir!

Dove: Pense Antes de Agir!

A Dove criou uma nova peça (Thought Before Action) dentro de sua Campanha Pela Real Beleza capaz de desagradar uma classe inteira de profissionais: nós, diretores de arte, designers e fotógrafos…

Executada pela Ogilvy Toronto, a ideia foi disponibilizar uma action de Photoshop que supostamente serviria para melhorar, em apenas um clique, a textura e o brilho da pele da modelo na foto. No entanto, ao utilizar a action, a imagem voltava ao seu estado inicial, anulando todas as modificações já feitas e exibindo a mensagem Don’t manipulate our perceptions of real beauty.

Claro que a action permitia o Undo, mas a ação foi considerada furada por responsabilizar os profissionais que trabalham com as imagens pela distorção da Real Beleza. Fora isso, a ideia exigia uma série de coincidências para funcionar (além de encontrar e baixar a action, o profissional deveria estar trabalhando com fotos de pessoas e já deveria ter realizado alguma ação para modificar a imagem, por exemplo). Também não ficou claro o porquê do esforço em atingir esses profissionais com uma mensagem que claramente não é destinada a eles. Não representam o público da Dove, e muito menos representam uma parcela relevante de pessoas para se alcançar algum tipo de abrangência com a mensagem.

Por tudo isso, fica claro que o que importava nesta campanha era a produção e viralização do vídeo em si, e não da ação original.

Vi no B9.

Publicitário com experiência de 10 anos em Comunicação e Marketing, atuando com foco nas áreas de Criação, Inovação e Design para o mercado de Jogos e Entretenimento. Experiência complementar em Desenvolvimento de Produtos e Marketing Digital. Graduado em Comunicação Social com MBA em Marketing pela ESPM. Vasto conhecimento do mercado de Jogos e Entretenimento e entendimento do comportamento do consumidor infantil e do jogador.

Comments

  • Jes 8 de agosto de 2014

    Realmente, não ficou nada legal!

    reply

Leave a comment

Add your comment here